Notícias

Prosa Poética, no programa Tarde Ponto Com, por Mary Arantes: 'Aluga-se'

Por Mary Arantes, 17/09/2020 às 16:00
atualizado em: 18/09/2020 às 01:26

Texto:

Foto: Luana Vitra/Arquivo Pessoal
Luana Vitra/Arquivo Pessoal
00:00 00:00

Aluga-se quarto e sala no centro da cidade
Aluga-se espaço debaixo do viaduto
Casas de papelão
Quiosques em praias vazias.
Aluga-se galpão da empresa que fechou
Casas de campo, sem campo 
Jardineiro sem jardim.
Aluga-se apartamento de frente pro nada
Vazios e descontentes.
Aluga-se folhas em branco
Pra quem nelas quiser escrever.
Aluga-se a arte
A cultura, a coxia,
Teatros vazios.
Aluga-se o futuro
Tão incerto...
Aluga-se também o presente.
Aluga-se o plano de saúde
O imposto a pagar
Atrasados...
Aluga-se por um fim de semana
A segunda-feira
A terça também.
Aluga-se um país
Perdendo a cor.
Aluga-se do azul
Que já foi anil
Ao verde desbotado,
Sem esperança.
Aluga-se o Pantanal queimado
Onças sangrando
Flora desvirginada.
Aluga-se terras
Pros sem terra.
Aluga-se aldeias
Pros nativos que nelas moram. 
Aluga-se nossa identidade
Nosso ufanismo.
Aluga-se a Amazônia
O ar, o pulmão, a aorta.
Aluga-se hortas
Os estrumes
Os vermes...
Um presidente.
Aluga-se um país decadente
Ora enlameado
Ora queimado
Aluga-se o Brasil.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link