Unimed Ago-Set Maxi Internas CPM

Notícias

Um dos destaques contra o Santos, Fabrício Bruno espera por sequência no Cruzeiro

Por Redação/Agência Estado, 21/08/2019 às 01:35
atualizado em: 21/08/2019 às 01:36

Texto:

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Um dos destaques do Cruzeiro na vitória sobre o Santos, domingo, o zagueiro Fabrício Bruno, de 23 anos, espera manter uma sequência na equipe, sem esquecer o respeito pelo titular Léo. O jogador é formado nas categorias de base do time celeste.

"Todo jogador pensa em sequência, e eu não sou diferente. Venho trabalhando, respeitando todos os meus companheiros, o Léo principalmente, um cara que tenho enorme admiração. Acho que tudo é trabalhado, independentemente de quem o Rogério (Ceni, técnico) escolher para jogar, tenho certeza que todo mundo vai ficar feliz, todo mundo está aqui para ajudar o Cruzeiro e o Rogério da melhor maneira possível", disse o jogador.

Fabrício Bruno lembrou o momento em que foi avisado pelo treinador de que iria atuar, pois Léo tinha um desgaste muscular "Tive a confirmação no lanche que a gente tem no período noturno. Eu desci para o lanche, o Rogério sentou comigo, conversou, me perguntou se eu estava preparado e confiante, e eu disse que estava confiante para o jogo, que vinha trabalhando para isso. Creio que fiz o meu melhor e dei total respaldo para ele fazer uma avaliação sobre mim." 

O técnico Rogério Ceni orienta treinamento para os jogadores nesta quarta-feira, a partir das 15h30, na Toca II, como preparação para o jogo contra o CSA, no domingo, em Alagoas. Os zagueiros Dedé (cãibras) e Léo (dores musculares) não participaram das atividades de campo e serão reavaliados durante a semana.

O Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileiro, com 14 pontos, apenas um à frente da Chapecoense, primeira equipe na zona de rebaixamento.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link