Unimed Set Maxiboard interno

Notícias

Sudecap está na fase final de estudo de obras para combater enchentes na Vilarinho

Por Redação , 22/08/2019 às 07:44
atualizado em: 22/08/2019 às 07:56

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Antônio Rodrigues/ Flickr PBH
Antônio Rodrigues/ Flickr PBH

A Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) deve entregar para o prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil, na semana que vem, o estudo da obra que vai visa resolver o problema de enchentes na avenida Vilarinho, na região Norte de Belo Horizonte. A intervenção será no trecho que foi palco da morte de mãe e filha no período chuvoso de 2018. 

Ouça a reportagem completa com Edilene Lopes

De acordo com o Superintendente da Sudecap, Henrique Castilho, na Vilarinho é um estudo especial que está sendo feito e são obras de aproximadamente R$ 350 milhões. “Nós vamos fazer uma RDC integrada, uma obra que deve durar até 2 anos e meio”.

Outras obras que estão em andamento na cidade devem ficar prontas até o semestre que vem, contemplando regiões como Venda Nova e Barreiro, segundo Castilho. 

Belo Horizonte tem 700 quilômetros de córregos, e limpezas têm sido feitas nos cursos d'água assim como nas bocas de lobo, já prevendo o período chuvoso. 

Leia tambémCórrego Lagoa do Nado vai reter de '5 a 10%' das águas da chuva que chegariam na Vilarinho

Obra não vai parar

Segundo Alexandre Kalil, dinheiro não será problema durante a obra da Vilarinho. “Claro que nós vamos correr atrás de recursos de fora porque quanto menos a gente gastar o nosso melhor. Quando nós formamos esse grupo e determinamos essas obras nós tínhamos uma estimativa de preço, e o Fuad (secretário de Fazenda municipal) garantiu que sendo prioridade nós vamos ter dinheiro. Essa obra não para por falta de dinheiro”.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link