Unimed Ago-Set Maxi Internas CPM

Notícias

Prosa Poética, por Mary Arantes, no Tarde Ponto Com: 'Manera aí

Por Mary Arantes, 10/05/2019 às 14:17
atualizado em: 10/05/2019 às 14:28

Texto:

00:00 00:00

Nossa Prosa Poética de hoje, vai ser sobre mudanças na nossa língua, mais especificamente sobre o inglês, se impondo a nossos hábitos e rotina. 

Saí do Vale do Jequitinhonha, mal sabendo o jequitinhonhês, e agora tenho que ficar esperta, com esse mundaréu de palavras que aparecem a cada dia.

Estive em Caruarú à passeio, e quase voltei pra dentro do ônibus de turismo, achando que tinha descido na cidade errada, pois TODAS as lojinhas da praça, em frente ao mercado da cidade, tinham nome em inglês, me senti estrangeira no nordesde.

Imagino que essa epidemia, vem desde a época em que fomos colonizados e por muito tempo, acreditamos que tudo que era importado é que era bom. Ficamos assim, metidos à besta desde nascença. Depois veio a internet e a globalização, que pôs tudo no mesmo saco.

Outro dia fui tomar um sorvete, um tal de yogoberry.  A moçinha do balcão me perguntou, quantos Toppings eu queria? Danou! Olhei pra minha Miga ao meu lado, pedindo socorro, ela respondeu pra moça que eram 3, até me explicar com calma, que esse tal de topping era nada mais, nada menos, que coberturas. Custava essa moça falar:  Com- quantas -coberturas- a -senhora- vai -querer?? 

Mais outra, sentei num bar supersimples, desses com cadeiras na calcada e pedi minha bebida predileta: Uma água tônica, com gelo e limão, por favor! Mas nada disso foi assim, supersimples, essa outra atendente, que deve ser prima da que me perguntou sobre o tal do topping... vira pra mim e diz, a senhora quer com uma fatia de limão ou shot?  PELAMORDEDEUSGENTE!!! Lá fiquei de novo, com cara de velhinha bocomoco, até ela me explicar que shot era aquele copinho de birita, que a pessoa enche, e dá uma talagada de uma vezada só. Só que o meu viria com o suco do limão, morô?! Desconfio que treinam as atendentes para fazer o freguês passar vergonha?! 

A palavra COMBO então virou mania nacional, se você vai ao Mc Donalds, fica mais barato pedir o tal do COMBO, tudo junto, a batata, o sanduba e o refri, do que comprar separado. Não que eu seja contra o inglês, mas não podemos deixar que essa língua entre aqui no nosso país e faça essa miscelânea, avacalhando nosso português. 

 Já eles chegam aqui, aprendem a falar umas três palavras em português e com uma batata quente na boca dizem: O-bli-ga-do, e nós, os bobocas, até batemos palmas.

Du-vi-de-o-dó, que chegando lá eles vão chamar combo de CONJUNTINHO, toppings de TREM e shot de Golo.  Muito menos aplicar a palavra Pindamonhongaba em algum amigo!

 Na próxima “encadernação” quero chamar Maria, Mary com sobrenome Design, deu um trabalho lascado!

A PROSA POÉTICA de hoje vai para Chris Hunt, um americano lindO, que ama AVOCADO, que em bom português é abacate e que mora no meu coração.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador balançou a rede mais uma vez, mas não foi suficiente para vencer.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Raposa ficou perto de vencer a primeira fora de casa no Brasileiro.

    Acessar Link