Notícias

‘Eu poderia ter antecipado a entrada dos dois’, diz Mancini sobre Bruninho e Marquinhos 

Por Redação , 11/11/2019 às 11:21
atualizado em: 11/11/2019 às 11:33

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Bruno Cantini / Atlético
 Bruno Cantini / Atlético

O técnico Vagner Mancini avaliou que o Atlético foi superior ao Cruzeiro no clássico desse domingo (10), disputado no Mineirão. Para o treinador, o time alvinegro merecia resultado melhor do que o empate sem gols, especialmente pelo rendimento da segunda etapa. 

Leia também: Atlético comemora novo jogo sem sofrer gol e mira pontuação para evitar queda

Ouça a entrevista completa do técnico do Atlético no Youtube

A melhora ofensiva do Atlético tem relação direta com as entradas de Bruninho e Marquinhos, jogadores revelados pela categoria de base do clube e que estão ganhando espaço nesta reta final de Brasileirão.

“Acho que eu poderia ter antecipado um pouquinho a entrada dos dois, mas o fato de você jogar um clássico, que é decidido em detalhes, o time estava encaixado no segundo tempo e até demorei a fazer a terceira substituição por causa disso, porque o time estava encaixado, tínhamos o domínio do jogo”.

Bruninho foi acionado pelo treinador aos 24 minutos da etapa final enquanto Marquinhos entrou dez minutos depois. A dupla deu mais velocidade ao time e criou boas chances.

Na avaliação geral do treinador, o Cruzeiro foi superior apenas no começo da etapa inicial. “Foram 20 minutos de domínio do Cruzeiro, aí, equilibramos as ações, ainda no primeiro tempo, e tivemos um domínio maior na segunda etapa. Acho que o resultado foi justo, mas, se tivesse que ter um vencedor, seria o Atlético porque, nos últimos dez minutos, talvez, com um pouco mais de lucidez em um ou outro lance, chegaríamos ao gol”, analisou.

Para o treinador, foi um jogo de muita briga e imposição física. "Acho que o Atlético se impôs mais fisicamente também na segunda etapa. Não foi um jogo muito plástico, de jogadas lindas. Foi um jogo tenso e muito mais do lado da raça e da luta do que da parte técnica”, avaliou o comandante alvinegro.

O prata da casa Marquinhos revelou que fez tratamento intensivo para estar em campo e já está pensando no confronto direto contra o Fluminense, outro ameaçado de rebaixamento. No sábado (16), os dois times se enfrentam no Rio. "Eu não ia jogar por conta de um desconforto na perna, mas consegui entrar. Faltou pouco para a gente fazer gol. Agora é erguer a cabeça porque tem o Fluminense na semana que vem", comentou Marquinhos.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link