Auto Truck CPM Interno

Notícias

Para Ricardo Salles, postura de Bolsonaro tem de ser aplaudida na questão da Amazônia

Por Agência Estado , 26/08/2019 às 14:31
atualizado em: 26/08/2019 às 14:36

Texto:

Em meio à crise internacional envolvendo as queimadas na Amazônia, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, elogiou nesta segunda-feira a atuação do presidente da República, Jair Bolsonaro, na questão da floresta, em relação ao emprego de militares em uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para combater as queimadas. "É louvável e deve ser aplaudida a postura de Bolsonaro", disse o ministro, durante discurso em evento do Secovi-SP, entidade que representa o mercado imobiliário no Estado de São Paulo.

Em sua apresentação, Salles também afirmou que o desmatamento na floresta tem crescido desde 2012 em razão de pressões da economia informal. "A ausência de desenvolvimento econômico sustentável, formal, que siga um modelo, que possa ser licenciado, a ausência disso gerou o caos que estamos vendo há 20 anos", comentou o ministro.

Salles ainda disse que o agronegócio e o meio ambiente "no campo" são de "enorme importância" para o ministério e que a Amazônia "é de grande relevância". Na visão do ministro, a falta de "bom senso" na questão ambiental, de desenvolvimento econômico e "desequilíbrio regulatório" são o "pior remédio" para o meio ambiente.

Em outro momento de elogios ao Bolsonaro, o ministro atribuiu o sucesso da agenda econômica ao presidente. "Não foi fulano que fez a reforma, foi Bolsonaro, que botou Paulo Guedes (no Ministério da Economia) e endossa tudo na economia", disse. "O Brasil mudou com Bolsonaro, fez campanha sozinho, falando verdade". 

Depois, o ministro disse que o Congresso também teve méritos na aprovação da reforma da Previdência.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link