Auto Truck CPM Interno

Notícias

Mineirão é iluminado de verde por conservação da Floresta Amazônica, que sofre com queimadas

Por Redação, 22/08/2019 às 19:48
atualizado em: 22/08/2019 às 19:56

Texto:

Como forma de lembrar a importância da preservação ambiental e conservação da Amazônia, a maior floresta tropical do mundo, o Mineirão iluminou sua fachada com a cor verde nesta quinta-feira. Nas últimas semanas, a região vem sofrendo com uma série de focos de incêndio. 

“A ideia tem o objetivo de chamar a atenção para um assunto tão sério como a preservação da Floresta Amazônica. Por ter uma política de sustentabilidade forte, o Mineirão recebeu um selo internacional no padrão mais elevado por seu projeto sustentável e tem responsabilidade ambiental, como já faz ao longo da sua história, demonstrando que é possível aliar desenvolvimento econômico com responsabilidade socioambiental”, disse o diretor do Mineirão, Samuel Lloyd.

Desde 1º de janeiro até a última terça-feira (20) foram contabilizados 74.155 focos de incêndio, alta de 84% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com o Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que contabiliza esses dados desde 2013.

Um pouco mais da metade (52,6%) desses focos vem ocorrendo na Amazônia, com Mato Grosso na liderança. As queimadas já superam em 8% o recorde de 2016, um ano de extrema seca, que tinha registrado 68.484 focos no mesmo intervalo de tempo.

O número de focos de queimadas em todo o Brasil neste ano já é o mais alto dos últimos sete anos. Na última quarta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro causou polêmica ao dizer a jornalistas que Organizações Não Governamentais (ONGs) são as maiores suspeitas pelo incêndio.

O assunto está sendo mundialmente repercutido pela imprensa internacional. Nos últimos dois dias, o Twitter contabilizou 4 milhões de posts sobre o tema por todo o mundo.

*Com informações da Agência Estado

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link