Notícias

Itair vai à FMF reclamar, não descarta árbitro de fora na reta final do Mineiro e ironiza Atlético

Por Redação, 13/03/2018 às 18:19

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Emerson Pancieri/Itatiaia
Emerson Pancieri/Itatiaia

O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, foi até à Federação Mineira de Futebol (FMF), nesta segunda-feira, para questionar a arbitragem. Segundo o dirigente, a reclamação refere-se à fase de classificação do Campeonato Mineiro e não somente ao jogo contra o Patrocinense, nesse domingo, pela última rodada, quando o auxiliar Guilherme Dias Camilo não assinalou impedimento no gol de empate do time da casa.

“Desde o início (do Campeonato Mineiro), o Cruzeiro já estava achando a arbitragem ruim, principalmente a questão dos bandeiras. São erros propositais? Acredito que não. Mas são erros que, principalmente os últimos, foram cedidos por pressão. E o Cruzeiro não precisa fazer pressão em um campeonato em que classificam oito. Por isso que esperamos acabar a fase de classificação para vir reclamar”, declarou.

Por conta do erro, reconhecido pelo próprio Guilherme Dias Camilo, o auxiliar foi afastado da reta final do Mineiro pelo presidente da Comissão de Arbitragem da FMF, Giuliano Bozzano. Mas, no entendimento de Itair, a punição não era necessária e que o bandeira falhou pela ‘pressão’ sofrida após a polêmica gerada no clássico entre América e Atlético, quando ele validou um gol do Galo, mas, em um lance parecido, não deu o gol para o Coelho.

“Por mim, até a torcida é contra o que vou falar, não iria ter punição no lance. O jogador está voltando e em um espaço curto. Dava para errar. Acredito que aquele lance que teve no clássico Atlético e América é passível a erro. Eu acredito muito na arbitragem, mas infelizmente a pressão que teve fez com que a arbitragem errasse mais”, justificou.

Itair Machado aproveitou a situação para cutucar o arquirrival Atlético, que foi à FMF reclamar da arbitragem no dia seguinte à derrota no clássico contra o Cruzeiro.

“Fazer pressão antes na arbitragem num campeonato em que oito se classificam, com medo de não se classificar, não temos essa preocupação. Então viemos mostrar que a arbitragem não está boa, que agora serão jogos decisivos, é outro campeonato. Eu, como fui presidente de time do interior, sei que um time do interior pode vir aqui no Mineirão e eliminar o Cruzeiro”, afirmou.

Árbitro de fora?

Diante das reclamações, o Cruzeiro não descarta a possibilidade de pedir árbitro de outro estado para apitar os jogos do clube na reta final do Mineiro. “Amanhã (terça-feira), vamos reunir com a comissão técnica. Há essa possibilidade, sim. Primeiro viemos saber o projeto da Federação para os jogos. Pelo que vimos no sorteio, vão ser três jogos muito difíceis. O campeonato está em um bom nível. Então, acredito que eles terão dificuldade para escalar os árbitros”, disse Itair.

Jogo no sábado

O dirigente celeste também aproveitou para explicar a marcação da partida contra o Patrocinense, pelas quartas de final, para o sábado, às 16h. Itair justificou que foi um pedido do Cruzeiro, que deseja contar com o meia Arrascaeta, convocado para dois amistosos da Seleção do Uruguai e que viaja no domingo para se apresentar ao técnico Óscar Tabárez.

“Por isso esperamos o torcedor do Cruzeiro lá. Nosso jogo será sábado, às 16 horas. É bom que o torcedor saiba que foi um pedido nosso jogar sábado, principalmente às 16h, pois temos um grande jogador nosso, o Arrascaeta, que vai viajar. O intuito nosso é que a arbitragem não sofra pressão nesse restante do campeonato”, frisou.

Ouça acima outros trechos da entrevista de Itair Machado

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Depois da Copa do Mundo, a bola já volta a rolar hoje com o Cruzeiro na Copa do Brasil, saiba os preparativos do Am… https://t.co/LDq2RVfVO2

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atacante foi oficializado neste domingo como novo reforço do Shandong Luneng, da China

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Se passar pelo Atlético-PR, nesta segunda-feira, pela Copa do Brasil, o time celeste fará 14 partidas no período de 45 dias

    Acessar Link