Notícias

Faixas pedem saída de vices: ‘Sua família já sugou bastante. Por favor, largue o Cruzeiro'

Por Redação , 13/12/2019 às 09:19
atualizado em: 13/12/2019 às 09:24

Texto:

Foto: Reprodução redes sociais
Reprodução redes sociais

As páginas mais tristes da história vitoriosa do Cruzeiro continuam a serem escritas. Faixas pedindo a saída imediata dos dois vices da atual direção do clube foram afixadas próximas às casas dos dirigentes nesta sexta-feira, em diferentes bairros de Belo Horizonte.

Milhares de cruzeirenses se mobilizam para exigir a renúncia da atual gestão do clube, responsável pelo primeiro rebaixamento da história celeste. “Hermínio Lemos, sua família já sugou bastante. Por favor, largue o Cruzeiro', diz frase da faixa colocada perto da casa do vice-presidente e também diretor administrativo da Raposa.

Ronaldo Granata também é alvo do protesto. "Granata, escuta sua esposa, sai do Cruzeiro!!!"

Ronaldo Granata assumiu recentemente as categorias de base. Já Hermínio Lemos vai acumular também a direção administrativa da Raposa. Ambos descartam renunciar.

Reprodução redes sociais

Protesto

A crise motivou torcedores a subirem a tag #VemPraRuaTorcedor, na noite dessa quinta-feira (12), convocando a torcida para uma manifestação contra a atual diretoria. O protesto, marcado para esta sexta, a partir das 14h, em frente à sede administrativa do clube, no Barro Preto, é para exigir a renúncia do presidente Wagner Pires de Sá e dos vices Hermínio Lemos e Ronaldo Granata, que compuseram a chapa União, vencedora nas eleições no fim de 2017.

Um dos torcedores pede para que o ato seja pacífico e que a sede não seja apedrejada: “O protesto está marcado para amanhã. Não se esqueçam! Sempre bom salientar: NÃO briguem entre si. NÃO quebrem nosso patrimônio, a sede. NÃO se envolvam em atrito com a polícia militar. Vamos mostrar que estamos indignados, mas que somos civilizados! (sic)”.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link