Unimed Set Maxiboard interno

Notícias

De virada, Atlético vence La Equidad no Horto e abre vantagem nas quartas da Sul-Americana

Por Fábio Rocha, 20/08/2019 às 23:27
atualizado em: 21/08/2019 às 10:54

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Não era o resultado que o torcedor atleticano esperava, mas a vitória veio. Em jogo com quatro bolas na trave – sendo três do Galo – e um pênalti perdido por Cazares, o Atlético venceu o La Equidad-COL por 2 a 1, de virada, nesta terça-feira, no Independência, e abriu vantagem no  duelo das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Após um início sonolento, o Atlético foi surpreendido pelos colombianos, que abriram o placar com Camacho em cobrança de pênalti logo aos seis minutos de jogo. O time alvinegro acordou depois dos dez minutos e empatou com Jair ainda na etapa inicial. Ouça o gol na narração do 'Caixa' Mário Henrique!

O Galo teve a oportunidade de virar o jogo em cobrança de pênalti assinalada pelo VAR, mas Cazares desperdiçou – no rebote, Otero marcou, mas o árbitro de vídeo entrou em ação novamente e anulou por invasão da área. De tanto pressionar, o Atlético conseguiu a virada com Elias em uma bomba de fora da área, aos 35 minutos. Ouça o gol na narração do 'Caixa' Mário Henrique!

Foi a primeira derrota do La Equidad na Sul-Americana. O time colombiano vinha de quatro vitórias e dois empates.

Para avançar às semifinais, o Atlético poderá empatar o duelo de volta, em Bogotá, na próxima terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília). Derrota na Colômbia marcando pelo menos dois gols (3 a 2, 4 a 3 e assim por diante) também garante a classificação ao Galo pelo gol qualificado como visitante. Vitória do La Equidad por 1 a 0 dá a vaga aos colombianos pelo gol fora de casa. Triunfo da equipe alviverde por 2 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Agora, o Atlético esquece um pouco da Sul-Americana e volta a atenção para o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 11h, o time alvinegro recebe o Bahia, no Independência, pela 16ª rodada, em busca da reabilitação após ser derrotado pelo Athletico-PR no último sábado, em Curitiba.

O jogo

O Atlético começou o jogo desligado e foi surpreendido. O time colombiano mostrou logo no primeiro minuto de jogo que não veio a Belo Horizonte somente para se defender. Ethan González acertou uma bomba de fora da área colocando o goleiro Cleiton para trabalhar.

Aos três minutos, Elias errou o chute e acertou a barriga de Motta dentro da área do Atlético. O árbitro não teve dúvida e marcou pênalti. Camacho foi para a cobrança, deslocou Cleiton e colocou o La Equidad na frente no placar no Independência.

Depois de ficar mais ligado e colocar a bola no chão, o Atlético empurrou o La Equidad para o campo de defesa. Criando várias chances, o time alvinegro carimbou a trave duas vezes: em uma cabeçada de Ricardo Oliveira e em um chute de Cazares que o goleiro Novoa ainda tocou na bola antes de ela bater no poste.

Após o início ruim, o Atlético já era melhor em campo e chegou ao empate aos 27 minutos. Cazares levantou na área, Igor Rabello ajeitou para trás e Jair chegou emendando de primeira estufando as redes.

Na pressão, o Atlético parou na trave pela terceira vez. Após escanteio, Réver cabeceou de peixinho, o goleiro Novoa espalmou meio estranho e a bola bateu no travessão e em cima da linha.

Depois de levar três bolas na trave, o La Equidade também carimbou o poste de Cleiton no fim do primeiro tempo em cabeçada de Mahecha no travessão.

No começo da etapa final, o La Equidad ficou com um jogador a menos ao ter o atacante Ethan González expulso após cometer falta em Réver e levar o segundo cartão amarelo.

Com um a mais em campo, o Atlético ainda teve a oportunidade de virar a partida. O VAR viu uma falta do zagueiro do La Equidad no volante Jair dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Mas Fábio Santos tinha acabado de deixar a partida por opção de Rodrigo Santana que colocou Otero no jogo para deixar o time mais avançado.

Sem o cobrador oficial, Cazares foi para a batida e perdeu. O goleiro espalmou e Otero mandou para as redes no rebote. No entanto, o VAR invalidou o gol por invasão da área do meia venezuelano.

Mas a pressão atleticana surtiu efeito e o Galo virou a partida aos 35 minutos em um belo chute de fora da área de Elias.

Atlético 2 x 1 La Equidad

Atlético: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos (Otero); Jair (Alerrandro), Elias, Chará (Luan), Vinícius e Cazares; Ricardo Oliveira. Técnico: Rodrigo Santana

La Equidad: Novoa; Pacheco, Arboleda, Riquett e Torralvo; Lima, Mahecha, Motta e Camacho (John García); Palomeque (Matías Mier, Peralta) e Ethan González. Técnico: Humberto Sierra

Motivo: jogo de ida – quartas de final da Copa Sul-Americana
Data: 20 de agosto de 2019, terça-feira, às 21h30
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Camacho (pênalti - 6’/1º), Jair (27’/1º), Elias (35’/2º)

Cartão Amarelo: Jair, Fábio Santos, Vinícius (Atlético); Ethan González, Camacho (La Equidad)

Cartão Vermelho: Ethan González (La Equidad)

Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR)
Auxiliares: Milciades Saldivar (PAR) e Roberto Cañete (PAR)
VAR: Daniel Fedorczuk (URU)

Público: 21.919
Renda: R$ 522.090,00

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link