Auto Truck CPM Interno

Notícias

Bolsonaro admite que conversará com Guedes sobre imposto nos moldes da CPMF

Por Agência Estado, 22/08/2019 às 13:00
atualizado em: 23/08/2019 às 08:52

Texto:

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro admitiu nesta quinta-feira que vai conversar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a possibilidade de criar um imposto federal sobre transações financeiras – nos moldes da extinta Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Bolsonaro sinalizou que a medida teria que servir como forma de compensação. 

"Vou ouvir a opinião dele. Se desburocratizar muita coisa, diminuir esse cipoal de impostos, a burocracia enorme, eu estou disposto a conversar. Não pretendo, falei que não pretendo recriar a CPMF", disse Bolsonaro em conversa com jornalistas na saída do Palácio da Alvorada.

Nessa quarta-feira (21) Guedes afirmou que, se o tributo nos moldes da CPMF for "pequenininho, não machuca". 

Segundo Bolsonaro, o ministro deixou claro que é a sociedade que deve tomar a decisão sobre o imposto. 

"Ele (Guedes) que falou. Ele pode falar 'vou colocar 0,10% na CPMF e em consequência acabo com tais e tais impostos'", declarou Bolsonaro. 

O presidente reclamou que evita falar com a imprensa sobre determinados assuntos para não ouvir que houve recuo de sua parte. Na quarta, Bolsonaro voltou a negar a possibilidade do seu governo patrocinar uma nova CPMF. 

A Contribuição Social sobre Transações e Pagamentos (CSTP), como foi batizado o novo imposto, deverá ter uma alíquota mais baixa, de 0,22%. 

A ideia é criar uma "conta investimento" para isentar a cobrança da nova contribuição de aplicações na Bolsa, renda fixa e poupança, entre outras.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link