ALMG - 20180612 a 20180706

Notícias

Atlético confia na força do ataque diante do Ceará para manter vice-liderança 

Por Agência Estado/Redação , 13/06/2018 às 08:52
atualizado em: 14/06/2018 às 01:57

Texto:

Bruno Cantini/Atlético

O Atlético aposta e confia no poder de seus atacantes para bater o Ceará nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio Independência, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, para se manter na vice-liderança da tabela por todo o período da Copa do Mundo da Rússia.

Acompanhe, a partir das 21h30, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com o 1º Time do Rádio. Narração de Mário Henrique, comentários de Júnior Brasil e reportagens de Claudio Rezende e Fabrício Calazans.

O momento é bom: são três jogos sem perder e dois triunfos seguidos, com 11 gols marcados, que deram à equipe mineira a possibilidade de se manter na segunda posição durante a pausa do Mundial. 

O time do técnico Thiago Larghi, no entanto, busca um equilíbrio. Tem o melhor ataque do torneio, com 22 gols, além dos artilheiros Róger Guedes e Ricardo Oliveira, com oito e seis gols, mas, também uma das defesas mais vazadas e a pior entre os primeiros colocados, com 16 gols sofridos. 

Novo reforço do Atlético, o meia colombiano Yimmi Chará, contratado junto ao Junior Barranquilla, da Colômbia e apresentado na terça-feira, deve assistir à partida em Belo Horizonte. Ele chega para suprir a ausência do venezuelano Otero, negociado com o futebol árabe. 

Se uns chegam, outros podem sair. A fase artilheira de Róger Guedes despertou o interesse do futebol árabe e do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e o futuro do atacante é incerto. Ele pertence ao Palmeiras, que o emprestou ao time mineiro no começo do ano, e se diz feliz no Atlético, que, no entanto, não pode igualar as propostas milionárias oferecidas ao jogador. Por enquanto, Guedes está confirmado para a partida.

"Hoje não tem uma solução. Existe a possibilidade de ele ficar. Existem várias possibilidades. Ele tem uma proposta grande e a gente vai tentar resolver essa situação", disse o diretor de futebol do clube, Alexandre Gallo.

Time 

O único desfalque em relação à goleada em cima do Fluminense é o zagueiro e capitão Leonardo Silva. Ele sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita e só voltará ao time depois do Mundial. Com isso, Bremer reedita com Gabriel a jovem zaga atleticana.

Lanterna 

Preocupado com o condicionamento físico dos atletas do Ceará, o técnico Lisca deixou em aberto a possibilidade de mudanças para o jogo contra o Galo. As dúvidas giram em torno de Éder Luis e Samuel Xavier (ex-jogadores do Atlético), que foram substituídos durante o duelo contra o Palmeiras com fortes cãibras. 

A expectativa é que eles atuem normalmente, diferente de Valdo, Fabinho e Arthur, todos vetados pelo departamento médico. Por outro lado, Richardson retorna após ser poupado no empate por 2 a 2 com o Palmeiras. Sendo assim, Pio deve ser deslocado para a lateral esquerda, para o volante exercer sua função no meio de campo do Ceará. 

 Ficha técnica 

Atlético x Ceará

Atlético: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco, Tomás Andrade (Luan), Cazares e Róger Guedes; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Ceará: Everson; Samuel Xavier, Rafael Pereira, Luiz Otávio e João Lucas; Naldo, Pio, Javier Reina e Ricardinho; Éder Luís e Felipe Azevedo. Técnico: Lisca

Motivo: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 13 de junho de 2018, quarta-feira, às 21h45

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Adicionais: Salim Fende Chavez (SP) e Marcio Henrique de Gois (SP)

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Novos tratamentos para doenças raras serão incorporados no Sistema Único de Saúde. Leia mais!… https://t.co/xB1yWsNWuh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Clique e leia mais e saiba quais doenças. 👇🏿

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O ex-ministro foi condenado a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos da operação. Saiba mais!

    Acessar Link