Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Veja todas as colunas

Há muito futebol antes da Copa

Talvez os torcedores já estejam em clima de Copa do Mundo e não estão dando a devida importância às duas últimas rodadas do Brasileirão

08/06/2018 às 08:02
Há muito futebol antes da Copa

Em apenas seis dias, o planeta será dominado pelo maior evento esportivo do mundo. Vai ter camisa verde e amarela por todo lado, bandeiras nas ruas, rostos pintados e bares lotados. Da criança ao idoso, do executivo ao morador de rua, todos entrarão no clima da Copa.

Mas há muito futebol antes de a bola rolar em Moscou. Ainda temos duas rodadas do Campeonato Brasileiro. Talvez os torcedores já estejam em clima de Copa do Mundo e não estão dando a devida importância aos dois últimos jogos.

Se por um lado a pausa pode “esfriar” a campanha dos times, por outro lado pode ajudar. Serão dias de planejamento, reestruturação, recuperação de atletas, treinamentos. É a chance de todos os times ajustarem os ponteiros.

Os jogos da 11ª e 12ª rodadas podem ser decisivos. Desde o início da era de pontos corridos, o campeão brasileiro sempre foi para o recesso da Copa do Mundo ocupando vaga no G3 da tabela do campeonato: São Paulo, em 2006, Fluminense, em 2010, e Cruzeiro, em 2014.

Os quatro primeiros colocados deste ano, até o momento, são: Flamengo, Sport, Palmeiras e Atlético. O Cruzeiro aparece em 5º e o América em 11º lugar. Felizmente, os três mineiros - América, Atlético e Cruzeiro - têm chances de chegar ao G3 até o dia 13 de junho. Ou seja, a briga vai ser boa!

E não adianta pensar que os jogos não são importantes e que em julho dá pra fazer tudo diferente. Os times precisam entrar em campo em clima de decisão. O Atlético só briga pelo Brasileirão, e, justamente por isso, tem que buscar as vitórias diante do Fluminense e do Ceará, ambos em casa. O América também só tem o Campeonato Brasileiro, mas prioriza a permanência na elite. O Cruzeiro tem a atenção dividida entre a Libertadores e a Copa do Brasil. No caso, precisa aproveitar ao máximo para pontuar no Campeonato Brasileiro. 

Haverá muito trabalho nos bastidores do futebol mineiro nos 32 dias de Copa do Mundo. Quem vive o mundo da bola sabe o quanto as diretorias trabalham nestas pausas. Agora é a hora de sondagens, propostas e pressões. É hora de pegar a caneta e o papel e fazer as contas. É o momento de achar reforços. Mas nem sempre as diretorias irão acertar nas decisões. O torcedor precisa dar um voto de confiança e deixar o pessoal trabalhar. Há hora pra tudo nesta vida: pra cobrar, pra vaiar e pra empurrar. Este é o de apoiar as decisões tomadas e acreditar que o melhor foi feito.

Fotos: Mourão Panda/América, Bruno Cantini/Atlético e Bruno Haddad/Cruzeiro

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Novos tratamentos para doenças raras serão incorporados no Sistema Único de Saúde. Leia mais!… https://t.co/xB1yWsNWuh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Clique e leia mais e saiba quais doenças. 👇🏿

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O ex-ministro foi condenado a 12 anos, dois meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um dos processos da operação. Saiba mais!

    Acessar Link