System.Collections.Generic.List`1[Site.ViewModels.BannerTopoViewModel]
Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Que semana!

Que semana!

17/07/2017 às 12:28

Mais e mais acredito na ligação direta entre o que pensamos e o que somos. E não faço nenhum favor à inteligência, pois a ciência já provou o poder da mente e as mais simples experiências podem confirmar. Repare que os acidentes mais graves em Belo Horizonte – a cidade dos bares – acontecem na madrugada de quinta para sexta... Ninguém me disse, mas, estou certo de que a turma se segura de domingo a quinta e, então, pela proximidade da sexta, sai para a balada com sede de cerveja, beijo e relaxamento. Assim, os que não dão conta de seus instintos, os que estão mais represados pela vida, os que não tiveram berço suficientemente forte para aprender a importância do equilíbrio, acabam arrebentando seus carros contra postes. Essa divagação é para dizer que, na minha cabeça, havia férias para esta semana e, assim, a última pareceu a mais longa do ano. Que semana!

Na segunda-feira, a primeira bordoada: aquele cabo da Polícia Militar assassinado com um único, certeiro e potente tiro na cabeça, estatelado no meio da rua. Os vídeos imediatamente circulando, mostrando tudo, cidadãos indefesos. Depois, a execução fria de um vigilante apavorado e de mãos para o alto; a indignação generalizada, no seio da tropa, nos gabinetes fardados, mas, sem consequência prática, sem atitudes de nossa parte para poder mudar esse quadro, evitar novos mártires. No momento do ataque dos pistoleiros, fortemente armados e com reféns na carroceria de uma caminhonete, no que chamamos novo cangaço, havia dois policiais de plantão em toda a cidade. E, quem me acompanha, sabe como tenho denunciado o sucateamento de nossas polícias, as políticas erradas, como aposentadorias precoces, alinhamento de chefes com políticos, lideranças equivocadas defendendo mais privilégios e menos respeito...

Na terça-feira, doeu demais saber que o governo repetia a hedionda prática de trocar voto de impunidade por nosso imposto pago com suor: essa indecente substituição dos membros da Comissão de Constituição e Justiça, retirando indecisos e colocando os defensores da safadeza pode até ser parte do jogo político, como acreditam muitos, mas, machuca a alma de quem quer um país melhor. Em uma comissão de pouco mais de 60 membros, nada menos que 20 foram simplesmente substituídos. Um dos que saíram - Waldir, com autoridade de parlamentar e delegado de polícia, avisou: “Me ofereceram 8 milhões em verbas, mas não aceitei e agora sofro retaliação”. Outro - major PM que está deputado, gritou: “Quem me tira do posto é essa organização criminosa que nos comanda do Palácio do Planalto”. Quando o relatório original foi rejeitado e precisavam fazer outro de acordo com os interesses do denunciado Temer, eis que aparece o mineiro Paulo Abi Ackel, da turma do Aécio – outro denunciado – e se presta ao papel. Digam-me, senhores, quem conhece uma só realização desse moço em benefício do Estado em vários mandatos que cumpre em Brasília? É mais um dos muitos, a maioria na bancada mineira que, mediante as chamadas verbas, faz uma ponte aqui, um mata-burro ali e se perpetuam no Congresso, nos levando para o buraco em que nos encontramos. Nos últimos dias, o governo liberou 1 bilhão (com b) de reais em verbas para manter esses caras em Brasília. E a gente tem de aguentar. A denúncia contra Temer não passou, mas nosso repúdio a deputados e senadores aumentou. Não pode nem dizer o que pensa deles porque palavrão não cabe aqui.

Na quarta, fiquei sabendo que a Câmara dos Vereadores da capital quer, de novo, mudar a lei do silêncio para aumentar o barulho. Não esse ocasional, resultante de festas que são sempre bem vindas, mas o do dia a dia, que desrespeita o direito de doentes, idosos, crianças e quem precisa dormir... Brincadeira!

Na quinta, um policial civil que participava de audiência na Assembleia Legislativa declarou que delegados de Manhuaçu haviam pedido autorização judicial para monitorar quadrilhas e não foram atendidos pelo juiz da comarca; e nenhum deputado se mexeu no sentido de esclarecer, de pedir informações, conversar com o magistrado, descobrir possíveis obstáculos que podem ser superados para evitar novos ataques como o de Santa Margarida. Ninguém tirou o traseiro da cadeira pelo menos em respeito ao PM morto.

Na sexta-feira, entrevistei uma endocrinologista que denunciou excessos no uso dos hormônios, mesmo alguns prescritos por médicos, que estão matando e mutilando nas academias. E as aberrações chegam a tal ponto que mulheres estão desenvolvendo pênis do tamanho de um dedo a partir do clitóris. Há um médico já especializado em cirurgias cada dia mais procurado por vítimas, que, se no começo sentem aumentar o prazer, depois têm dores que as impedem até de vestir calça.

Estamos com medo na segurança, desespero na saúde, desesperança na educação, falta de emprego e ânimo para os jovens e um quadro político que se resume a escândalos. Um presidente denunciado, um ex-condenado e sem liderança, sem rumo, sem luz no fim do túnel... Sem túnel!

Fui; férias.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Batida entre Gol e carreta deixa dois mortos na BR-381- https://t.co/1jfhVF9czx https://t.co/MJg1qGuhyo

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Cruzeiro encaminha empréstimo do equatoriano Caicedo para o Barcelona, de Guayaquil: https://t.co/RWBrAwFIWJ https://t.co/wgGoGDpgSa

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A Itatiaia está chamando! É hora da Jornada Esportiva com o timaço da Rádio de Minas!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Além de dar notícia de tudo, estamos dando um apartamento da Precon Engenharia também! 😱 Leia o regulamento, participe e concorra: www.itatiaia.com.br/apepravoce

    Acessar Link